quarta-feira, 9 de junho de 2010

Ufa, voltei!                                   

          Morto de frio, de sono, de amor, de medo, de fome, de sede, de cansaço, de saudades, de tanto rir, de tesão, de dor ( e aí, nos rins, nos quartos, na pá, no joelho, na boca do estômago, na batata da perna, no pé, nas costas, de dente, de garganta, de ouvido, de barriga, de cabeça,  de cotovelo...); pois é, tem dia que a gente se sente morto de qualquer coisa... e muitas vezes, várias vezes morto de várias coisas diferentes... e quase sempre esse morto é exatamente vivo: vivo de frio, de sono, de amor, de medo, de fome, de sede, de cansaço, de saudades, de tanto rir, de tesão, de dor (e aí,  nos rins, nos quartos, na pá, no joelho, na boca do estômago, na batata da perna, no pé, nas costas, de dente, de garganta, de ouvido, de barriga,de cabeça, de cotovelo...). E nesta brincadeira de morto-vivo, morto-morto-vivo-morto-vivo-vivo, errou! saiu da brincadeira! Só não sai a Maninha que é café com leite!, a gente vai   nas artimanhas da vida, traçando nossos caminhos num finge que deixa a vida me levar,  mas na verdade pegando as coisas aqui e acolá para construir um universo pessoal procurando obedecer a teoria da relatividade e a relatividade de nossas teorias de vida! E já que somos sempre Fênix e cinzas como parte desta mutação, somos também argila e sopro nesse diferencial! E já que somos, vamos que vamos! Falar nisso, estou doido para começar esta Copa para torcer logo para O Brasil Hexacampeão... mas se eu for falar aqui em doido, aí já é outro papo! É isso aí, estou de volta ao blog!

3 comentários:

Fátima Cerqueira disse...

Que bom que essa sua doideira fez você voltar para o seu blog.

Josefina disse...

rsrsr belo menino... menino belo...belo menino belo rsrsrs
beijos sempre ...bom te ler ou te re/ler...
Angela

Fátima Cerqueira disse...

Isso deixou vontade . Quero mais!!! Não pare!!!!!